quinta-feira, junho 21, 2007

O Lado Negro

Conselho de Ética discorda da criação para fins de identificação civil. O Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida admite a criação de uma base de perfis de ADN na área criminal, mas discorda que seja criada outra idêntica para fins de identificação civil.

Tiram-nos as impressões digitais, chipam-nos, seguem-nos o rasto pelo telemóvel, cartões bancários, de crédito e sabe-se lá que mais; por onde quer que andemos estamos sob o olho de vidro das câmaras de vigilância, quais amibas sob o microscópio; o nosso mais pequeno gesto deixa atrás de si o rasto mucoso das lesmas e, como se tudo isso não bastasse, querem agora catalogar o nosso código genético em bases de dados que de nada servirão a não ser ao Lado Negro que pagará fortunas pela porta do cavalo para aceder e copiar os seus conteúdos.
Para o meu lado escusam de vir com todas as garantias legais e métodos de segurança, pois todos sabemos que a segurança existe para ser violada por quem tiver os meios e a vocação para tal.
A pretexto da segurança individual e colectiva, a cada dia que passa vamo-nos tornando mais escravos e não estará longe o momento em que não passaremos de formigas ou abelhas trabalhadoras e consumidoras sem qualquer liberdade ou vontade própria.

1 comentário:

Carlos - Lógico disse...

Cai por aqui, atraído pela agradável língua portuguesa, que herdamos de vocês. Mas me impressionou e muito ver que em Portugal também andam a roubar muito.. como no Brasil
Abs.