sábado, julho 14, 2007

Mais uma do Chavez português


Isto só seria notícia se de outra entidade política se tratasse, agora do governo madeirense nada surpreende, nem é novidade.

9 comentários:

O Aprendiz de Jurista disse...

Não me parece tão descabido assim.

MARIA disse...

Ah, pois nada descabido ...
Tudo depende da perpectiva em que se observe a questão .
Porque hoje é domingo e parou de chover, vejamos pelo lado mais caricato. ( não esqueçamos que falamos de AJJ...)
A Madeira não quer fazer "abortos oficiais" na Região.
Que vão abortar para Lisboa à custa dos continentais...
Isto é descabido ? Claro que não.
Isto é do melhor. Se fizessem na Região , quem lhes fizera o gosto ,teria que pagar.
Assim, já que alguém tem que pagar, pague quem os não fez, tanto mais que são "cubanos", simplesmente !
Isto não é obviamente descabido. É do melhor que há em matéria de gestão de despesa pública...
Veja-se e aprenda-se ...
Bjs., Metralhinha.

Flávio Josefo disse...

Ponto 1: Portugal é um país soberano e como tal as leis são para cumprir.
Ponto 2: Até agora a Madeira faz parte de Portugal. Quando e se quiserem a independência, creio que rapidamente lha darão, até lá tem de cumprir como o resto "dos cubanos" o tem de fazer.
Ponto 3: Quem é o presidente da Madeira para impedir abortos? Se calhar nem da mulher os impediu!
Uma rectificação, os serviços de saúde da Madeira pagam à República as despesas com os cuidados médicos dos madeirenses, quando esses serviços não podem ser prestados na região. O Sr. Alberto apenas quer fazer com que as mulheres venham mudar de ares ao continente e fazer cá aquilo que poderiam fazer lá. Hipocrisias demagógicas! Como tudo nele, diga-se.

Metralhinha disse...

Prezados,

Não gosto do gajo, prontos!...

Já o escrevi aqui várias vezes e nem sei por que continuo a dar-me ao trabalho.

MARIA disse...

Caro Flávio,
A Região paga , quando os Serviços não podem ser lá prestados. Será bem o caso ?...
O Flávio nunca viu a esposa do Sr. Pres. da RAM, pois não ?
Julgo eu, é capaz desse tipo de preocupação a senhora não se encontrar em situação de dar... enfim dará outras ...
É evidente que é absurdo que a lei se não aplique e gostaria de ver o que acontecia com uma mulher que , colocada perante a questão, levasse o caso aos Tribunais.
Pior , pior é que com a viagem ... ou com o processo, se calhar as 10 semanas ...

Metralhinha,
A si , tenho que dizer isto baixinho, só para nós dois : eu também não ...

Beijinhos
Maria

Flávio Josefo disse...

Não quero estar para aqui a chamar a minha colega bloguista (desaparecida ultimamente), mas a Maria já viu bem a fronha da verdadeira Carlota Joaquina? Era feia como uma noite de trovões e segundo consta homens não lhe faltavam, depois ninguém sabe o que lhes sucedia, mas isso é outra história.

MARIA disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Flávio Josefo disse...

O comentário anterior foi removido a pedido da autora.
Maria, o que disse não é nada demais, é aliás de domínio público.

MARIA disse...

Olá Flávio,
Obrigada. Foi muito querido em atender ao pedido de remoção do comentário que eu fiz já que não brincava exclusivamente com a pessoa do Jardim .
Depois, meu amigo, nessa última parte, não sei se a senhora alguma vez terá deixado cair em domínio público que tal acontecia...
Claro que o pessoal desconfia, mas ...
Foi fofo, bom saber que se podem confiar as palavras...
Beijinhos
Maria